terça-feira, 29 de maio de 2012

Segurança, segurança, segurança

Pedalar longas distâncias nas estradas é uma atividade que implica riscos e não é apenas no Brasil. Sim, nossas estradas frequentemente são ruins de se transitar e, por isso mesmo, as regras e sugestões de segurança dos Brevets devem ser seguidas à risca. Não há motivo para negligenciar qualquer item de segurança, ainda mais num Brevet de 600 km.
A organização da prova tem o poder de punir os atletas que não respeitarem o regulamento no quesito mais importante das provas: a segurança. Como todos os que chegam ao Brevet 600 já passaram duas noites em claro pedalando o 300 e o 400, podem muito bem imaginar o que será passar duas noites em claro no mesmo Brevet.
No 600 o planejamento passa a ser muito importante, especialmente quanto ao sono. A organização da prova não recomenda e condena veementemente uma pedalada de 600 km sem uma parada para dormir. O risco dobra ou triplica para ciclistas que pedalam muitas horas sob regime de privação de sono. O efeito no organismo humano da falta de sono pode se assemelhar aos de pessoas embriagadas com bebidas alcoólicas, o que pode resultar em quedas e saídas de pista.
Da mesma forma o maior tempo na estrada à mercê do trânsito não deve ser ignorado. Mantenha-se visível com uma boa e forte luz traseira fixa na bicicleta e tenha um grupo de pilhas de reserva. Não aceitaremos luzes traseiras de apenas um led do tipo frog ou similares. Estas luzes são muito fracas e não atingem um nível mínimo de visibilidade na estrada. Isso não é brincadeira, é coisa muito séria. O alívio de peso não compensa a drástica redução da visibilidade traseira.
Se no decorrer da prova sua iluminação traseira quebrar, queimar ou cair você pode ser desclassificado da prova. Neste ano não haverá tolerância neste Brevet quanto à falta de luz traseira vermelha, portanto revise sua iluminação e leve um equipamento reserva se não estiver seguro de sua qualidade ou durabilidade.

Outra obrigatoriedade, o colete refletivo também merece atenção especial. Seu uso é obrigatório de dia e de noite por destacar o ciclista diante da paisagem durante o dia pela cor berrante e à noite pelos refletivos (que devem refletir a luz de verdade). Neste Brevet teremos ainda a obrigatoriedade de que ele esteja por cima de eventuais mochilas. Temos observado que alguns atletas colocam o colete e aí então a mochila de hidratação ou de bagagem, o que encobre o colete e anula seu efeito de gerar maior visibilidade. O colete deve cobrir o tronco do atleta e ser predominante na vista frontal, e traseira do atleta, com ou sem mochila.

Segurança é prioridade! Leve a sério e seja um verdadeiro super randonneur!

Outros posts com dicas especiais:
Itens obrigatórios no Brevet 600.
Visibilidade obrigatória
Terceira dica especial
O verdadeiro colete refletivo
Lua cheia no audax

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor escreva seu nome ao inserir comentário.