sexta-feira, 22 de julho de 2011

Planejamento para 1200 km

Leia abaixo tradução de um artigo muito interessante escrito em um blog por um ciclista que já completou nada mais nada menos que 13 Brevets de 1200 km!
Mesmo que você não  vá para o PBP 2011 e que nunca venha a fazer tal distância num Brevet as suas observações são bem coerentes.
Hoje alguém me mostrou uma planilha detalhada, com o planejamento de uma pedalada de 1200 km, completa com médias de velocidade, horários de abertura/fechamento dos PCs, paradas para sono e muitos outros dados. Ela me levou a imaginar porque nerd 'faminto por dados' como eu nunca se interessou por usar aquele tipo de planilha e pensar sobre o que eu uso.
Talvez eu tema que, com um plano muito detalhado, eu fique exageradamente preocupado (especialmente quando estiver cansado) com desvios no programa e que essa preocupação prejudique mais minha pedalada do que a falta de planejamento. Ou talvez eu apenas não queira ver como eu sou lento eternizado num glorioso Excel.
Portanto, pensando no que é valioso, aqui está minha abordagem para um evento de 1200 km:
- Tente manter 20 km/h de média (incluindo paradas) durante o dia. Isso é fácil de calcular mesmo quando se está cansado;
- Faça paradas curtas o suficiente para se manter na média acima;
- Isso me dá 6 horas em cada 24 para descanso 
   (18 horas X 20 km/h = 360 km ou 24 horas do tempo do Brevet);
   (5 horas de descanso por outro lado me deixam com 1 hora de segurança);
- Não entre em pânico se ficar para trás (eu considero que um intervalo de sono menor pode compensar);
- Esteja consciente das 10 horas extras de tempo no retorno (esquecer disso pode induzir ao pânico desnecessário como na vez que eu não terminei a prova);
- Tudo bem ajustar a média para 15 km/h (incluindo paradas) durante os dias 3 e 4;
- Qualquer coisa melhor que 20 km/h / 15 km/h é lucro. Pare para um sorvete.
- Eu já disse antes? Sem pânico!

Olhando para essas sugestões, posso ver porque eu quase sempre termino no mesmo tempo (83 - 87 horas). Meus poucos tempos baixos geralmente resultaram quando eu fiz duas paradas de sono ao invés de três.

Veja também a versão original em inglês (se você não confia nessa tradução, hehehehe).

3 comentários:

  1. interessante.

    Nunta fiz uma distância dessas. Logo será a minha primeira vez.

    Recebi uma planilha dessas também. Deu uma olhada, achei legal mas não me vi a utilizando e seguindo à risca.
    Simplesmente pois perderia o espírito aventureiro e de cicloturismo que encarei os brevets que participei até aqui. Teria que seguir uma agenda e isso não me é agradável... Parece coisa de trabalho.

    A minha estratégia para o PBP será ,basicamente, não ter estratégia.
    Penso em tirar 1 hora e meia a cada 100km. Com isso dá para pensar em algo na ordem de 6 horas a cada 400km. Foi o que fiz no 600 de Holambra e deu certo.

    Para o PBP, quero seguir no mesmo sistema: pedalar 400km, dormir mais ou menos 4, pedalar mais 400, dormir um pouco mais de 4 e seja o que Deus quiser. Se der certo, deu. Se não der, não deu. Simples assim...

    bom, é isso!

    abraços!

    ResponderExcluir
  2. Leandro Pestana de Souza23 de julho de 2011 10:46

    Também não me vejo atualizando aquela planilha. Meu planejamento no PBP será pedalar, pedalar e pedalar. Quando não mais aguentar pedalar, parar e descansar o tempo que eu tiver disponível, tentando deixar ao menos 1h de margem.
    Assim fiz todos os brevets da série.
    O tenso foi ler que o cara, experiente como é, termina sempre entre 83 e 87h pois me escrevi na categoria de 84h.
    Bem...seja o que Deus quiser e minhas pernas aguentarem ..rs..
    Boa sorte a todos que irão a Paris!
    Aos que não irão...contamos com a torcida e boas vibrações de vocês!

    Leandro Pestana
    Niterói-RJ

    ResponderExcluir
  3. Sou o terceiro a comentar aqui que , mesmo levando algum texto escrito, pouco usarei, por questão de evitar qualquer ansiedade e 'overlooking' (ao pé da letra). Até porque já fui advertido várias vezes de que está bem sinalizado, e é dificil voce ficar sozinho na estrada por mais de 10 minutos. Sempre aparece alguém. Devo, como os bravos guerreiros, defender o Brasil, país já raro em presença no PBP. Façamos o que for possível. Abrs.

    ResponderExcluir

Por favor escreva seu nome ao inserir comentário.