sexta-feira, 29 de julho de 2011

Histórico do Brevet 200 Urbano

E lá se vão 4 edições do Brevet 200 urbano, aquele que deu o pontapé inicial na realização de Brevets na capital do Rio de Janeiro. Abaixo um breve histórico das 4 edições anteriores.


Em 15 de março de 2008 tivemos 46 inscritos (6 não largaram e 26 brevetaram) naquela que foi a prova mais memorável do Audax Rio, comentada até hoje pelos que pedalaram ou foram voluntários. Nada menos que 13 horas de chuva açoitaram os bravos ciclistas que largaram, testando seus limites, coragem e perseverança. Muitos problemas mecânicos, muitos tombos nas pistas molhadas (apenas um foi sério) em uma verdadeira provação para completar o primeiro Brevet 100 % urbano do Brasil, logo numa de suas mais belas cidades. Mas não foi bem a beleza que os atletas contemplaram nos 200 km. As pistas molhadas foram um tempero azedo para muitos que sofreram com pastilhas de freio aniquiladas, correntes lavadas e a impossibilidade de ler a planilha sob chuva constante, entre outras situações extremas. Frio, vento contra e trânsito podem ter ajudado a tornar este o Brevet mais duro daquela temporada. Muitos novatos e experientes foram levados além do limite e, por incrível que pareça, começava ali uma saga que conquistaria muitos ciclistas para o Ciclismo de Longa Distância.
Rota
Vídeo
Fotos


Em 30 de maio de 2009, ainda sem autorização e com pouca divulgação 9 atletas se inscreveram e completaram o Brevet Urbano num dia nublado, mas sem chuva. Neste ano não cobramos inscrições e todos os PCs eram virtuais. A rota foi a mesma do ano anterior, largada e chegada no Aterro do Flamengo. Neste ano, com outro Brevet 200 em Niterói se somando ao Urbano tivemos margem à realização do Brevet 300.



Em 17 de janeiro de 2010, uma nova organização realizava seu primeiro Brevet. Com 70 inscritos (46 brevetados) foi, até então, o Brevet com mais inscritos no Rio de Janeiro em todos os tempos. Um árduo trabalho conseguiu obter autorização de todos os órgãos gavernamentais. Ato contínuo um apoio de peso do Shopping Tijuca levou largada/chegada para a Zona Norte. A rota teve pequenas alterações para melhorar a segurança, mas ainda assim tivemos tombos e desistências. Toda o épico evento foi filmado por equipes de vídeo, num trabalho que resultou num belíssimo filme de curta-metragem (link abaixo) que só foi lançado oficialmente na reunião técnica do Brevet 200 de novembro do mesmo ano e que mostra melhor que estas palavras o que foi aquele evento igualmente memorável.
Rota
Vídeo
Fotos



No dia 14 de novembro de 2010 (primeiro Brevet da temporada 2011) tivemos uma pista do que seria esta temporada. Oitenta e sete ciclistas largaram (49 brevetaram) para o que muitos consideraram o melhor trajeto do Brevet Urbano do Rio de Janeiro. Eliminamos a Estrada dos Bandeirantes e, do Autódromo, a prova voltava pela Ayrton Senna para a Avenida das Américas. Com asfalto melhor e mais segurança, os tempos melhoraram. Tivemos atletas vindos de outros três estados (SP, MG, SC) e a melhor estrutura de todos os anos. A chuva apareceu, junto com o vento contra e mostrou a estreantes e experimentados que o menor dos Brevets não é brincadeira. Mas, ainda que seja o menor é igualmente engrandecedor como todos puderam perceber nesse grande desafio urbano e que terá sua quinta edição no dia 13 de novembro de 2011. Vai encarar?
Rota
Fotos 1
Fotos 2
Vídeo

4 comentários:

  1. Fico feliz por ter participado de 3 dos 4 brevets aqui no Rio. Comecei em 2009 e me apaixonei pela "prova". Fiz muitos amigos e reforcei amizades. Foram muitos quilômetros pedalados com muito suor dos participantes e dos organizadores. Dificuldades? Muitas, mas valeu. O resultado disto tudo foi a maravilhosa série de 2011 somando mais de 1500 km percorridos. Valeu da km, cada gota de suor, cada dor. Participar dessa festa não tem preço ;)

    ResponderExcluir
  2. Claro!!!
    Abc
    Alan Marra

    ResponderExcluir
  3. Existe alguma possibilidade de o trecho de orla ser feito na pista e não na ciclovia? No final de semana, ciclovia é terra de todos, menos de ciclistas. Todos passamos raiva: seja quem está fazendo tempo ou apenas pedalando pra cumprir no prazo.

    ResponderExcluir

Por favor escreva seu nome ao inserir comentário.