sexta-feira, 27 de maio de 2011

Relato Brevet 400 - Maurício Helman


A verdade é que a Pedal 2 contratou os serviços da Fundação Cobra Coral , aquela que presta serviços para a Prefeitura do Rio.

Estavam todos esperando chuva e frio e eis que o tempo ficou nublado sem sol o dia todo, só abrindo no fim da tarde, na hora que deveria iniciar o frio o sol abriu.

O vento quase nenhum, se tinha estava a nosso favor. O frio da madrugada até apareceu de leve e vez de chuva abriu foi um céu estrelado com uma Lua de tirar o chapéu.

A região plana e o circuito todo quase sem subidas, só um pedacinho no começo e no final.

Todos já conheciam boa parte do trajeto pois fizemos o 200 e o 300 Km e já sabiam onde o asfalto não estava bom.

A organização perfeita, com direito a macarrão a bolonhesa no PC de Quissamã, KM de 100 de ida e 300 de volta e frutas e guaraná em todos os PCs, sem contar os motoqueiros da Policia de Rio das Ostras que acompanharam agente quase até Macaé. Em Quissamã colocaram até colchonetes para quem quisesse tirar um cochilo...

Resumindo todos os 43 ciclistas conseguiram completar a prova. Naturalmente para alguns foi mais difícil que pra outros, mas todo completaram dentro do tempo limite.

Posso dizer que os Brevês de 200 e 300 Km foram mais difíceis que este, o Calor matou todo mundo em fevereiro e abril e no 400 não deu as caras,,,, Grande abraço,

Maurício Helman

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor escreva seu nome ao inserir comentário.