terça-feira, 22 de março de 2011

Desafio 100 com gosto de Audax 200

Pessoal, venho aqui compartilhar com todos o que foi a minha segunda experiência do Desafio 100.

A primeira experiência foi bem legal embora tenha sofrido um pouco com cãibras, a segunda foi pesada pois não tive tempo para pedalar nesse meio tempo entre as duas provas e a saúde não estava 100% .
No sábado a minha bicicleta estava exatamente na mesma posição que deixei quando completei o primeiro desafio um mês atrás.

A semana já havia começado mal para mim, na terça feira tive uma “Pane” Alérgica e fiquei a base de medicamentos para tentar me reerguer até o dia da Prova.
No Sábado acordei “meia boca” com o corpo ainda moído e debilitado pela Alergia, mesmo assim parti para o pedal, afinal era mesmo um “DESAFIO” a ser completado.

Cheguei ao ponto de Partida cerca de meia hora antes do horário de Largada, fiz os últimos ajustes, chequei a bicicleta, bebi uma água, eis que quando faltavam apenas 10 minutos para a Largada dei falta do colete, havia lavado no sábado pela manhã e esqueci estendido no Varal.
Voei até em casa, a cerca de uns 3Km´s da Largada e... UFA... retornei a tempo de sair junto com todos.

Fui até Barra de são João numa média de 26Km/h, ótima para meu estado de saúde, más quando estava chegando de volta ao Trevo para pegar a Serra Mar, comecei a perder ritmo, aos poucos fui ficando pra trás pra trás e mais pra trás... o desânimo foi batendo e antes de chegar ao Primeiro PC (Km 41,8) já havia decidido que ia ficar por lá mesmo.

Ao chegar no PC que já estava quase fechando, bebi água e sentei no gramado para esticar as pernas antes de pegar o rumo de volta pra casa, como se não bastasse, sentei bem em cima de um Formigueiro muito bem camuflado pela grama, realmente não era meu dia.

Pouco depois do ataque das formigas o colega Gilvan chegou ao PC, ele havia perdido muito tempo pois tinha deixado cair o Passaporte e teve que voltar para procurar pela estrada, avisei que iria desistir pois estava moído e não teria condições de seguir, ele colocou uma pressão para continuar, disse que iria me acompanhando então acabei cedendo...
–Ok, Vamos em frente...

A ida foi um suplício, não tinha forças para pedalar ladeira acima...  devagar... quase parando...
Foi quando passei por uma moça na estrada que provavelmente estava esperando uma Van passar, ela olhou para mim e emblemáticamente disse:
-Vai com Deus viu moço!!!

Aquilo soou com um despertador, “vai que você vai conseguir” mas esse gás não durou muito, ao chegar na Patrulha (Km 50,4) tentei novamente desistir, mas lá estava novamente o Camarada Gilvan colocando pilha a favor, e assim mais uma vez fui convencido a prosseguir...

Aos poucos veio batendo a Fome não agüentei chegar ao PC 2 sem antes parar para comer algo, parei no posto de Gasolina próximo ao centro de Macaé e bati um lanche reforçado... em seguida percorremos os últimos Km´s ao PC 2.

Ao chegar lá, quase 20:00, fomos informados que o PC 3 (do Trevo) havia sido retirado da prova e que não seriam mais 120 Km´s pois não teríamos a necessidade de passar pela Serra Mar na volta, esse anúncio soou como música nos ouvidos

Descansamos cerca de 15 Minutos e fui sentindo o corpo melhorar gradativamente, retomamos a estrada no sentido Rio das Ostras.
Com uma melhora significativa no mal estar, a volta acabou sendo numa balada um pouco melhor e conseguimos chegar de volta ao ponto de partida as 22:40.

Desmereci a distância achando que a prova seria mais tranqüila por ser a noite, porém a falta de treinamento e a saúde “meia boca” foram determinantes para transformar a os 100Km´s numa “Grande Prova de Resistência”

Agora o treinamento continua para fim do ano participar do 200 Urbano com todos vocês.

Grande abraço.

Leandro S. Freitas

3 comentários:

  1. Beleza Leandro!
    Espero estar junto no de 200km em novembro.
    Agora, sabe me dizer se o de novembro será mesmo o urbano ou será em Rio das Ostras também?
    Achei o trajeto de Rio das Ostras muito mais tranquilo.

    Eduardo Rampasso

    ResponderExcluir
  2. Opa,
    Também estava no desafio...
    E não sabia de brevet de 200km em novembro.
    TOU JUNTO.
    Parabenizo a rapaziada aí pelo evento!!!

    Abraços a Todos e:
    Bicicletas Para um Mundo Melhor!!!

    Vanilton Santos

    ResponderExcluir
  3. Bem, ouvi dizer que teríamos um no Rio no fim do ano, estou torcendo para isso, embora a prova aqui seja num trajeto mais tranquilo, gostaria de variar um pouco.

    Abraço

    ResponderExcluir

Por favor escreva seu nome ao inserir comentário.