terça-feira, 16 de novembro de 2010

Relato Brevet 200 - Maria Augusta

Acordamos às 04:00 da manhã de sábado, tudo escuro, nós meninas ficamos prontas primeiro. Saímos por volta de 05:20 e fomos tomar café. Chegamos ao Shopping Tijuca às 05:50, tínhamos apenas 10 min para tirar as bicicletas, colocar as rodas e chegar até a largada. Conseguimos estacionar e fizemos a confirmação dos equipamentos obrigatórios com a organização da prova e é claro que tirei umas fotinhas.

Largamos !!!!!!!!! Nossa que sensação de alívio . . . ao começar a pedalar fui relaxando, estava pilhada desde a noite anterior, pois eu e Simoni não tínhamos estudado o mapa e a idéia de se perder no Rio de Janeiro nos deixou com medo.

Acompanhamos o pelotão durante um bom tempo, até o LG (Luis Gustavo) passar pela gente e falar “Meninas se forem nesse ritmo vocês não completam a prova!”, diminuímos o ritmo nesse momento. Quando veio a primeira subida, o pelote das Speeds + Humberto “Serra” se dispersou. Mundim passou por nós e seguiu com LG. Eu e Simoni fomos pouco a pouco passando vários cariocas na subida e encostamos no Mascinho que seguiu conosco até o final da prova.

Entre fotos, paradas nos PCs (Posto de Controle) e conversas fomos seguindo 30km, 60km, 100km, 150km, 170km . . . . chuva, vento, areia, cansaço, 2 pneus furados ( Mascinho meu salvador da pátria).. .... nossa simplesmente d+!!!

Chegamos no final e fomos as primeiras mulheres a completar o percurso no dia !!! Estávamos maravilhadas e super felizes, uma coisa que foi fator decisivo para completarmos a prova foi o nosso companheirismo, união e bom humor durante a prova do início ao fim !! O Gallo vai ficar para a história da prova rsrsrsrs!!!

Simoni obrigada por tudo !!! Humberto, LG, Mascinho, Mundim, e Poli valeu d+++++!!!

2 comentários:

  1. Ola meninas aqui quem está escrevendo e o VAL(Maguilla), o seu GPS Humano RsRsRS, que acompanhou e orientou o trajetos do AudaxRio, para as Audaciosas Mineirinha e o amigo Mascinho, um forte abraço e ate outra oportunidade de nos encontar ok

    Valtemir

    ResponderExcluir
  2. Meus Audax. ( Mascio Andrade BH-MG)
    Primeiramente devo reconhecer que foi aqui em BH-MG no fórum (MTBBH) que ouvi essa expressão, palavra sei lá como se poderia definir isso. Meu primeiro Audax:
    Florianópolis, junho de 2009. Nossa tem muita história. Historia de superação de emocional fraco, de saudade, de fossa! É tipo aquelas separações de novelas. De solidão! De inesperado, de emoção. Largamos às seis da manhã sob uma garoa fria de nove graus, e certamente teríamos uma sensação térmica à beira de zero! E tivemos! Foi um conjunto de todos os sentimentos, daí sua cabeça transcende, seu psicológico te acalanta, porem também te amedronta. Superação.

    Meu segundo AUDAX:
    Foi Niterói, perdi a chance de participar do 300, devido a vários outros problemas que somente os quarentões tem, tipo trabalho, filho, ex-mulher, mas o principal foi falta de equipamento, não poderia eu encarar 300 km na minha “doce GTime”, daí comecei loucamente a pesquisar uma possibilidade de transformá-la em algo melhor pra andar no asfalto, mas infundavel, teria eu que adquirir uma bike speed. Parti pra Adventury Sport em São Paulo, na expectativa de conhecer pessoalmente modelos, tipos de bike apropriadas. Decepção, porem com sucesso. Sim na feira só tinha Sandow e Houston! Mas entendi o mecanismo e comprei a “donaincrenca”. Speed com 105 e Ultegra, rodas Shimano, já com a incrível combinação de 10V. Um avião. Ate hoje tomo “coice” dela, e daí o nome: “Dona encrenca” É isso mesmo, bem parecido com as mulheres! Com as “patroas”! kkkkkkkkkkkkkkkkk. Porem adoro ela. E elas! Rs.
    Sim, Niterói foi gostoso, foi o mais “fácil”, apesar do calor de quarenta graus! Tranqüilo. Foi misto, ou seja, tinha teve trilhas teve estradão de terra, teve asfalto. Excelentes amizades! Ae Alexandre! A dor é passageira, desistir é pra sempre!

    O Terceiro Audax.
    Este e o meu terceiro audax! Todos tem historias, agradecimentos, relatos, emoções, novas amizades.
    Hoje devo confessar que estou me preparando para o 300 de Porto Alegre, e meu confesso maior é que as meninas de minas me farão falta! Muiiitaa. Simoni. Guta. Vamos pro 300 de POA! Por favor,...
    Com toda sinceridade do mundo, esse audax pra mim foi o mais fácil! O mais divertido... Olha que no audax de Niterói eu me diverti muito. O mais “tenso” Fazia tempos que não pousava na pista inversa do Santos Dumont com chuva! Cooraagee! Kkkkkkkkkkkk. E o vento contra na orla marítima que na ida era contra e na volta também! Na volta, deu raiva! O ventinho do contra!
    Ahhh! Uma coisa que noto em todos os Audax que participei: No final, pelo menos nos mineiros, somos emotivos, e gostaríamos de ter todos as novas amizades feitas por perto, e fica difícil, pois não temos tempo de anotar telefones, ou e-mail’s. Poochaa, porque que não se tem uma festa de encerramento nos AUDAX? Nossa seria o máximo, podermos extravasar a alegria do sucesso com um Rock and Roll “pancadão”! kkkkkkkkkkkkkkk.
    Audax de POA faz uma festa pra nois!
    Meninas e meninos de BH. Vocês pedalam muito. Parabéns demais da conta sô!

    ResponderExcluir

Por favor escreva seu nome ao inserir comentário.