domingo, 22 de agosto de 2010

Paris Brest Paris 2011 - IMPORTANTE


     No dia 28 de julho foi realizado encontro entre o representante ACP Brasil com o Jean Gualbert Faburel do Audax Club Parisien.
 Foi uma conversa de aproximadamente uma hora sobre vários assuntos, mas o que da o titulo a este texto é sobre o Paris Brest Paris (PBP) 2011.
Segue os principais pontos de interesse:

Limite de participantes no Paris Brest Paris 2011

O limite total de participantes deverá ser de 6000 ciclistas. O número máximo de participantes possível é de 6300 Randonneurs.
O ponto limitante para um número maior de participantes é o controle de Loudeac, local onde a grande maioria escolhe para dormir, tanto na passagem de ida como na de retorno. A estrada e o número de voluntários não são o problema, mas sim a estrutura para atender muitas pessoas em Loudeac. Em 2007 cerca de 2000 ciclistas utilizam este PC como ponto de repouso, mas só existe espaço para disponibilizar 400 camas.
O Paris Brest Paris de 2011 será o maior Brevet Randonneur Mundial de todos os tempos. Maior não em numero de quilômetros, mas em relação à estrutura, ao numero de participantes e nacionalidades, uma verdadeira “olimpíada randonneurs mundiais”.
O que a organização deverá fazer para permitir a participação de 6000 ciclistas?
Largadas a partir das 19h.
Desta forma os participantes poderão pedalar um pouco ainda de dia, podendo chegar mais cedo ao PC de Loudeac ( Km 445 aproximadamente) no dia seguinte. Desta forma muitos terão a opção de seguir um pouco mais adiante antes de dormir. Lembro que no PBP largam cerca de 600 ciclistas a cada 20 minutos e por isto são realizadas diversas largadas.
Mais um ponto para pernoite, ainda não confirmado e em local ainda não definido. Este ponto deverá ser cerca de 40 km depois de Loudeac e antes da Carhaix. Será apenas um ponto de repouso e não um controle. Com este novo ponto o randonneur poderá decidir mais facilmente em seguir mais um pouco depois de Loudeac para dormir. Se o randonneur chegar bem nesta nova opção de descanso, poderá optar ainda em seguir mais um pouco e chegar até Carhaix para um repouso.
 
   Quantos franceses no PBP.
Segundo o Jean a previsão é de 2500 franceses, o que corresponde ao mesmo número de ciclistas que concluíram o brevet de 300 km em 2010.   Serão 2500 franceses, e então, serão até 3800 estrangeiros.
Brasil
O Brasil esta no grupo dos “pequenos países” em participação no PBP. Dentro do numero possível de estrangeiros, até 3800, o Jean fará cotas por país e uma “reserva” será feita para os países com pouca participação.
Países com pouca participação são aqueles que tiveram menos de 25 participantes no Paris Brest Paris 2007. O Jean  pretende reservar vaga para 300 randonneurs destes países.
Existe um detalhe, citou o exemplo de Taiwan que teve um crescimento muito grande de participantes nos brevets. Taiwan teve apenas dois participantes no PBP 2007, mas para 2011 a previsão é de aproximadamente 100.  Se isto se confirma apenas Taiwan já ficaria com um terço das vagas reservadas para os “pequenos países”.
Para evitar problemas com a inscrição, o que deverá ser feito?
O representante ACP de cada país deverá enviar até o final do mês de novembro 2010 a previsão de participantes no Paris Brest Paris 2011.
Quantos brasileiros?
O Jean já me questionou sobre a quantidade de brasileiros. Fui otimista e previ até 40 ciclistas. Ele me respondeu que, com até 40 participantes, não teríamos problemas com inscrição, mas que, mesmo assim, devo enviar até o final de novembro uma previsão mais atualizada e oficial.
Quem vai do Brasil?
Esta é a pergunta que eu faço aos aficionados por brevets de longa distancia.
Até o final de novembro vou enviar uma previsão de participantes brasileiros. Com esta previsão serão feitas as nossas reservas de vagas.
 Não vou enviar uma previsão mentirosa de 60, ou 70 ciclistas apenas para ter vaga sobrando para os possíveis candidatos de ultima hora. Se fizer isto poderei estar “roubando” vaga de um ciclista de outro país, que realmente quer ir. Ser otimista é uma coisa, mas ser desorganizado é outra.
Quem vai não deve esperar para decidir apenas em 2011, mas deve entrar em contato preferencialmente antes de novembro de 2010.
Quem tem amigos interessados deve avisar e indicar este texto.
Quem é organizador deve avisar os ciclistas sobre a necessidade de estar na lista dos possíveis participantes brasileiros no Paris Brest Paris 2011.
Pré Classificação em 2010.
Os brasileiros não precisam pedalar brevets em 2010 para obter a pré-inscrição para o Paris Brest Paris 2011.
Ninguém vai precisar pedalar o brevet 1000 para se pré inscrever para o PBP, mas sim porque é uma conquista, uma boa experiência, um bom passeio e uma boa oportunidade de aprendizado. Um aprendizado técnico, psicológico, físico ... somente possível de  se obter depois de pedalar o quilometro 999.

Luiz Maganini Faccin 
Representante ACP Brasil
http://www.randonneursbrasil.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor escreva seu nome ao inserir comentário.