segunda-feira, 20 de julho de 2009

Tentando esclarecer tudo

A última postagem está cheia de comentário. O pessoal está animado. Isso é bom. Achei melhor tentar responder às dúvidas e esclarecer o máximo em uma nova postagem.

Comentários sobre os PCs:
Acho ótimo que estejam pedindo PCs reais e se dispondo até a pagar por isso. Fico sensibilizado. Não esqueçam que também sou um dos participantes e prefiro PCs reais, claro.
Leandro, publiquei seu comentário em que pede a todos que sejam mais 'cautelosos e compreensíveis'. Obrigado pelo apoio, mas não me sinto pressionado ou incompreendido pelos inscritos. Acho que os comentários colocados aqui refletem a vontade de fazer um bom Audax e ninguém o fez de maneira rude. Vejo os comentários mais como torcida do que como cobrança.

A ajuda de outros clubes e o Audax Brasil:
Audax Brasil é o clube de São Paulo e não a associação de todos os clubes Audax, que nem existe como entidade organizada e tal. Mas eu entendi o que o Leandro quis dizer e esclareço que o Audax Rio tem a solidariedade de todos os demais clubes do Brasil. Só não ajudam mais porque tem suas próprias dificuldades e desafios. Mesmo as provas com uma super estrutura do sul e de Brasília por exemplo, são bem complicadas de realizar e exigem muito dos organizadores. Já lhes sobra pouco tempo para suas vidas pessoais, quiçá pra nos ajudar, mas mesmo assim torcem pelo nosso sucesso e exercitam uma generosa compreensão quanto às instabilidades do Audax Rio.

Taxa de inscrição:
Infelizmente não posso cobrar taxa de inscrição por menor que seja. É preciso ter um aval da administração pública para isso e nós não temos isso.

PCs reais ou virtuais:
A questão vai muito além de ter verba ou não. Num Audax de 200 km com 13hs e 30 min de duração é possível preparar um percurso com PCs que permitam o uso de poucas pessoas em poucas equipes/carros. Mas a próxima prova de 300 km, com 20 hs de duração, 6 PCs (mais os 4 PCs do Desafio 170, que serão nos mesmos lugares, mas em horários diferentes) demandaria cerca de 6 equipes em 4 ou 5 carros, que teriam muitas horas de trabalho ininterrupto noite adentro e que rodariam juntos cerca de 700 km. Três dos sete voluntários do Audax 200 de abril participarão do Desafio 170 de agosto, logo será necessário recrutar novos voluntários, com carro e muita disposição.
Pra organizar isso tudo é preciso que uma pessoa (ou equipe) possa dedicar um bom tempo para conseguir os voluntários; recolher doações dos inscritos; planejar, adquirir e organizar os mantimentos e o combustível; orientar voluntários e distribuir as equipes, seus horários e tarefas. Se alguém se animar passo os dados que já tenho, pra que não tenha que começar do zero.

Posso me responsabilizar por definir os PCs virtuais, pois são aceitos no Audax e basta informar os endereços e os horários de funcionamento. Apenas o PC final seria real. Os PCs vituais garantem a realização da prova, que é minha primeira e maior responsabilidade. Espero que compreendam.

11 comentários:

  1. Eduardo!
    Queria saber se os participantes que completarem receberam medalhas e ertificados.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  2. Serei sincero:
    As medalhas são impossíveis.
    Os certificados serão muito difíceis.

    ResponderExcluir
  3. Ok! MAs ainda tem uma "pulguinha" por detraz das orelhas!
    - Haverá inscrição, porem sem taxa.
    - Haverá um brefing antes da largada ? que horsa aonde?
    - Seria nesse breafing que receberíamos as planilhas, os numeros?
    - Haverá Pc's, porem virtuais? Como será efetivado minha passagem por ele?
    - E por último: Como faço a inscriçao?
    Mascinho@yahoo.com.br B.Horizonte MG

    ResponderExcluir
  4. Em relação à premiação, tá certo que vale ter chegado, blablabla, etc..., mas, acho que imprimir um certificado não seria uma tarefa tão impossível assim, acho importante isso sim.

    Quem desejar ter uma medalha oficial do Brevet da prova, como obtê-la da sede em Paris,para poder comprar. A quem temos que nos dirigir, ou isso também é impossível.

    ResponderExcluir
  5. Não tenham dúvidas de que sempre tentarei tudo. Quando digo que algo é impossível significa que eu não consegui. Se alguém quiser me ajudar e tentar, ótimo, mas eu não consegui.
    Em nenhum momento disse que o certificado é impossível, mas que é muito difícil. Não tenho impressora, não posso usar a do trabalho e não vou gastar ainda mais dinheiro do que já gastei do meu próprio bolso (acho isso muito justo). Mais uma vez se alguém se dispuser a doar seu tempo e tinta...
    Que eu saiba Paris vende a medalha de Super Randonneur, ou seja, dos que fizeram num mesmo ano a série completa (200, 300, 400 e 600).

    ResponderExcluir
  6. Valeu Edu, entendo tudo isso, é por essas e outras, que mencionei a taxa de inscrição, mesmo sinbólica, para esses pequenos grandes detalhes, medalha, certificado, etc..., tenho certeza que a galera gosta, e quem não gosta de chegar e receber alguma premiação, digo isso sabe porque, mesmo que receba só uma folha impressa, escrito parabéns, você completou, terá sempre uma pessoa te entregando e parabenizando, isso é bom.
    Quando mencionei adquirir a medalha de Paris, é que lembro que em um Audax passado de 200 km, tinha essa escolha, de compra da medalha oficial, se não me engano, custava R$ 30.00.

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Olá Eduardo!
    Bom, vou falar o q acho.
    Esse audax, já foi mudado 2X, e um deles p causa de 2 ciclistas que não poderiam participar do audax devido a uma competição que iriam participar.
    Bom, foi mudado, agora querem mudar de novo? Bom, se ficarem nesse muda e muda, o ano vai terminar e n se completa o audax. O fato de uns não poderem e outros sim, não é motivo de troca, pq ai, se alguns não puderem participar no dia 16, vai mudar novamente? Acho que não né.
    Por acaso, numa competição, eles mudam pq alguns ciclistas que querem participar não podem ir no dia marcado?
    Acho que está na hora de uma decisão + seria, ou então, o audax aqui do Rio, vai continuar assim.......
    Desculpe se fui franco d+, mas precisava desabafar.

    ResponderExcluir
  8. Admiro a franqueza. Te dou toda a razão. Tenho tomado decisões (como a de colocar a data em votação) porque só o que resta ao Audax Rio é esse grupo de ciclistas ultra-mega empolgados que se propõe a participar dessa prova com parcos recursos e sem infra-estrutura. Sem apoio, sem autorização, sem patrocínio e organizando sozinho preciso me apoiar no que ainda me dá forças pra prosseguir nessa jornada em prol do ciclismo de longa distância, esporte cooperativo amador. A votação se encerra na meia-noite de quarta e a decisão dali será encarada como a última data para a prova. Peço desculpas pelos transtornos.

    ResponderExcluir
  9. Tenho uma sugestão para facilitar a organização do Audax 300. Como você bem colocou, com um percurso maior torna-se necessário mais equipes. E como são duas provas em uma (desafio + principal) as equipes se multiplicam. Quando os recursos são escassos a melhor estratégia é priorizar. POR QUE manter o desafio com esse cenário? O desafio no audax 300 é quase um audax 200 oficial. Não estariam os integrantes do desafio melhores atendidos (e reconhecidos) participando do audax 200? No audax 200 acho válido incluir uma prova com menos quilometragem para incentivar aqueles que ainda não estão preparados para os 200 km. Mas fazer um desafio de 170 km foge a este princípio.

    Pelo bem do audax 300, sugiro eliminar a prova do desafio sem prejuizo para ninguem já que quem pode participar de 170 certamente pode de 200 (em outra data).

    ResponderExcluir
  10. Alex, entendo seu ponto de vista e agradeço a sugestão claramente bem intencionada. Fizemos dois desafios de 100 km junto com os dois Audax 200 desse ano e alguns atletas que fizeram essas provas querem aumentar a distância por isso oferecemos o Desafio 170. Na distribuição dos PCs conseguimos colocar locais e horários similares de modo que não complicou a organização ter 2 provas paralelas. Abs

    ResponderExcluir
  11. Edu, que satisfação maior é esta de completar o trajeto do "Desafio 170 kms"!. Certificado, medalha, brevet, nada disso supera o prazer da participação e de completar a prova, de completar o desafio. Ainda, mais junto com os meus grandes amigos. A emoção é dobrada.
    Obrigado.
    Sergio Guerreiro

    ResponderExcluir

Por favor escreva seu nome ao inserir comentário.